musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - DEAD WALKER (PART. SP JUNGLE) - ZRM - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Dead Walker (part. Sp Jungle) letra


Que se... Que se foda eu volto a ser office boy
Essa porra de rap ta deixando meio dodói da cabeça
E antes que eu me esqueça
Meu remédio pra dor de cabeça
É gardenal e eu compro sem receita
Me respeita, se ta me entendendo menor?
Ta se vendendo por haxixe e umas grama de pó?
Ó bem pior.
Ó sua vida foi melhor quando pensava em jogar bola, andar de skate e só
Bem de vila
Bem de vida
Mas... Perdeu a linha, o carretel e a pipa
Mal sabe você que sua infância foi perdida
Mal sabe você que sua pátria ta falida
Adolescência, tá corrompida
Sua liberdade totalmente entorpecida
Da licença sequencia interrompida
Vivencia que não foi vivida

Juízo meu pensamento, concretizo
Enquanto escrevo rimas meu país mostra seu cinismo
Reflexões de várias reflexões
Analiso o sistema e tiro minhas conclusões
Lembro, que te trombei na zn
Seu sonho era ambicioso
Era seu castelo de cocaine
Dias depois ouviram um zum zum zum!
Motos e tiros já era, subiu mais um!
Se tu não viu... Viu! Você verá
Corra pelo certo o jah providenciará
Mas cada um sabe o peso da sua cruz
Cuidado, nem todo fim do túnel existe luz
Sem dinheiro carregando um curriculum
O pouco a oferecer, sangue, lágrima e sorrisos
O rico não quer ser pobre
O pobre sonha em ser rico
Sigo meu caminho em nome do pai e do filho

Mais ai!
Do demônio o respeito, do anjo a bencão
Pra pisar nesse chão a margem da margem, é
É pra qualquer um mesmo não
Só tenho a agradecer não ter de viver o que você viveu
Não ter me iludido e ido quando aquele mano lá morreu
Pique certo, esperto!
Vendo miragem no imenso deserto de concreto
Onde vale a pena ser crucificado na capa da veja
Dê de bandeja
E seja como quis, de terno risca de giz
Viva seu nariz!
Se ta te fazendo feliz, não é problema meu
Se que m avisa amigo é!
Não sou seu!
No planeta terra da carne e osso
É antes você do que eu
Assim tem quem viveu...
Como tem quem se fodeu!
De resto? Paga o que deve
Pois geral é igual pra Deus
Preto, branco, pobre ou rico...
Egípcio ou hebreu
Quem tem, tem!
E quem não tem corre atrás
E se aqui jaz?
Que descanse em paz!

Mais um filho da selva rupestre
Mestre de cerimônia pintando meu nome dos muros
Suspensos dessa babilônia
O tempio passa a mesma merda e eu só vejo o relógio correr
Vou me matar pra que?
Se ta vivo é fácil morrer
Com zrm em sp, vm, zn, zs, zl, zo
Sou da vila
Vilão é meu clã é terapia ocupacional
Tic-tac, click-clack!
Morre mais um na porta do hospital
A pomba branca anuncia mas ta mais próximo do apocalipse now!
Justiça é falha, meus herois se matam o povo sofre e cala
E ninguém faz nada
Se conforma na tela da sala da sua casa
O relógio não para, o globo não espera
Em torno da troposfera a lei é essa
Piscou já era, já era!!!

ZRM - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br